XXXTentacion vem fazendo barulho por algum tempo, Depois de se estabelecer como um violento e agressivo Soundcloud rapper, X mudou seu estilo e liberou seu álbum de estréia “17”, onde rima sobre a angústia e depressão, além de problemas de saúde mental. Enquanto muitos ficaram agradavelmente surpreendidos com a versatilidade do jovem rapper, uma nuvem escura dos iminentes julgamentos legais de X ainda estava para acontecer.

XXTENTACION SE DEFENDE SOBRE ACUSAÇÕES E DEBOCHA “VOU ENTRAR PRO MOVIMENTO FEMINISTA”

Apesar da crescente fama do artista controverso, o rapper ainda está sendo julgado por acusações que recebeu em outubro do ano passado, incluindo “Bater em uma mulher grávida, estrangulamento, entre outras coisas. X declarou-se não culpado, e o julgamento está programado para começar no dia 5 de outubro. Contudo surgiram algumas informações horríveis, que detalham alguns dos alegados comportamentos abusivos de XXXTENTACION. A Pitchfork obteve uma longa transcrição do testemunho da vítima, que ocorreu originalmente em janeiro, onde ela falou sobre o abuso recorrente que ela teria sido submetida pelo rapper. Confira detalhes pertubadores a partir do próximo parágrafo.

 

No início, o relatório revela que X e a vítima se encontraram pela primeira vez em um cinema, eles já se conheciam pela internet, e depois de diversos encontros ,  X convidou ela a se mudar para casa dele, Ela concordou, e deixou a casa do ex-namorado para morar com X.

De acordo com o relatório, a primeira instância de comportamento abusivo ocorreu duas semanas após a mudança de vida. Aparentemente, X bateu na vítima e quebrou seu Iphone. Depois, o rapper trouxe “uma faca de churrasco” e “um garfo de churrasco”, e disse a ela para escolher qual deles “ela queria na vagina “. Sem escolha, X  entao começou a arrastar levemente o garfo na parte interna de sua coxa” e de tanto medo ela desmaiou, Felizmente, não houve penetração.

Após esse incidente, eles acabaram se mudando para Orlando em julho de 2016. Aparentemente, a vítima foi perguntada quantas vezes X ameaçou matá-la durante esse período. Ela respondeu com “Bem, quando moramos em Orlando, era literalmente como todos os dias”.

Pitchfork também revela um incidente no qual o rapper e a mulher estavam em um carro juntos, ouvindo músicas de X, Quando ela começou a cantar o verso da colaboração de uma música dele , X teria parado o carro e começado a agredir. Em outra ocasião, depois de confrontá-la sobre uma suposta traição, o artista chutou sua cabeça, pisou nela e a colocou em uma banheira, onde ele continuou batendo e chutando ela”, juntamente com a ameaça de ter a língua cortada. Quando ela tentou escapar, ele foi atrás e bateu mais nela, resultando em feridas faciais e contusões.

Há também relatos de que Xxxtentacion queria cortar os cabelos e segurar a cabeça dela sob a água. Quando X foi preso em agosto de 2016 por acusações de invasão domiciliar, roubo e violência com uma arma de fogo, a mulher acabou vivendo com um dos amigos de X. Durante esse período, supostamente dormiu com outro homem – um dos amigos de X. Quando o rapper saiu da prisão, eles acabaram voltando. X alegou ter se informado sobre o “caso” e ameaçou “fodê-la” com uma garrafa de cerveja se ela não confessasse toda a história. Depois que ela aparentemente lhe contou tudo, ele acabou acertando a garrafa e deu um soco nela.

Foto da vítima, Geneva, ex namorada de X depois das agressões sofridas.

À medida que a tensão aumentava e o abuso físico aumentava, a mulher começou a temer que X a matasse, afirmando no testemunho “é como se ele acabasse me matando ou algo assim”. No entanto, a situação ficou ainda mais complicada quando a mulher descobriu que estava grávida em outubro de 2016, uma gravidez que ela e X aparentemente não planejavam. De acordo com o documento, em 6 de outubro, chamou o homem com quem teve um caso e tentou obter a história completa. Quando ele retornou, X disse à mulher: “Você precisa me dizer a verdade agora ou eu vou matar você e esse Jit” (a mulher esclareceu que “jit” se referia ao bebê). Isso culminou em mais uma agressão física , no qual a mulher foi espancada até ficar inconsciente. Ao relatar, a vítima afirma que seu rosto parecia “destruído” após o incidente, com o olho esquerdo “completamente fechado e com sangue vazado”.

Depois, o relatório afirma que X não permitiu que ela deixasse a casa até seu rosto ser curado, confiscando seu telefone e prendendo ela em um banheiro. Dias depois, quando ele estava jogando Minecraft, a mulher escapou por uma porta lateral e correu. Como ela não tinha dinheiro, ela pediu uma pessoa aleatória o telefone e ligou para um ex-namorado para entrar em contato com sua mãe que a buscou e levou ela para a delegacia onde ela fez a denuncia.

A acusação parece ter ampla evidência, incluindo várias declarações juradas de testemunhas, 51 páginas de prontuários que supostamente confirmam as alegações da vítima e gravações de áudio incriminatórias do réu. Em uma entrevista na prisão com a XXL no início deste ano, o artista afirmou que não havia “evidência em ambos os casos”, e que a vítima está “mentindo e enganando todo mundo”. Mas  parece que não é bem assim.

No julgamento, X enfrenta a pena mínima de 21 meses e  máxima de 15 anos de prisão se condenado. Se ele for considerado culpado de todas as outras acusações, ele pode enfrentar até 30 anos no total. Embora seja improvável que ele vá ser preso por todo este tempo, dada a amplitude das provas em jogo e sua reputação relativamente bem documentada de violência, ele terá um tempo difícil convencer um júri de que ele não é culpado. E mesmo se o fizer, ele ainda enfrentará seis anos em que ele terá que manter sua ficha excepcionalmente limpa.